Páginas

domingo, 1 de dezembro de 2013

Bragantino x Figueirense - Série A aí vou eu!

Deu tudo certo...aliás, deu tudo mais do que certo. Ninguém poderia imaginar que o Figueirense conseguiria um acesso somando apenas 60 pontos quando a projeção apontava para no mínimo 62 pontos. Pois depois de praticamente dois anos de sofrimento e desgostos, o final de ano de 2013 reservou algo especial para os torcedores alvinegros. Parece que os "Deuses do Futebol" cansaram de nos maltratar e resolveram usar sua força sobrenatural para realizar o verdadeiro milagre alvinegro onde o universo conspirou a nosso favor e resultados pouco improváveis aconteceram para fazer nossa alegria.
Uma invasão alvinegra ocorreu em Bragança Paulista para ver de perto o jogo do acesso. Apesar do apoio em alguns momentos o jogo ficou tenso já que o time da casa resolveu endurecer e assustou em vários momentos e Volpi teve trabalho no início. Aos 29 minutos porém, Wellington Saci fez boa jogada pela esquerda se livrando de dois marcadores e cruzou na área para Maylson que dominou e chutou na zaga, mas a bola sobrou para Éverton Santos que encheu o pé e mandou a bola no ângulo abrindo o caminho para a vitória e fazendo a arquibancada vir abaixo. O gol não desconcentrou o time da casa que continuou assustando e Volpi aos 41 minutos operou um verdadeiro milagre fazendo uma defesa a queima roupa impedindo o empate adversário. 
O segundo tempo começou estranho com o Figueira mais encolhido e o Bragantino ganhando terreno. Além de chegar pouco ao gol adversário, a zaga alvinegra passava alguns sustos com os atacantes dando bastante trabalho. Mas enquanto no interior paulista o jogo começava a ficar preocupante, nos outros jogos os resultados foram se tornando favoráveis com o Paraná fazendo o dever de casa e vencendo e Icasa e o surpreendente Joinville abrindo 2 a 0 contra o Ceará no campo adversário. Com os resultados acontecendo a torcida alvinegra ia fazendo a festa na arquibancada e quase nem sentiu o empate do Bragantino aos 30 minutos após Volpi dar um rebote em um chute de fora da área e o zagueiro Guilherme só ter o trabalho de concluir a gol. Mesmo com o empate a festa continuou porque o Paraná e o Joinville ampliaram o placar diante de seus adversários então a essa altura do campeonato nada mais importava, podendo até perder o jogo o Figueirense voltava para a série A. 
Depois de um ano muito difícil onde em nenhum momento torcida e clube se entendiam, tivemos o clássico e de lá pra cá tudo mudou, a torcida abraçou o time, os jogadores passaram a acreditar no seu futebol e todos os setores do clube se mobilizaram para alcançar o acesso. Série A aí vou eu!

Um comentário:

  1. Se manter a comissão tecnica e Pastana, acho que será um 2014 de muito acertos.

    ResponderExcluir